quinta-feira, 24 de agosto de 2017

RABISCANDO: ELFOS NA FLORESTA


Saudações joviais.
Procurando um tema para praticar, resolvi usar Tagmar como inspiração para o exercício de desenho do final de semana, no caso, sobre o texto voltado para Palier, deus do conhecimento, magia e patrono dos elfos.
Continuo seguindo na busca de estilo próprio misturando um traço voltado ao cartum e usando hachuras (hatching) para sombreamento O primeiro por ser um modo mais simplificado para retratar alguma ideia ocasional e a outra por dar um ar pulp cujo efeito eu gosto bastante.
Outro recurso que estou utilizando é o uso de canetas esferográficas para desenhar. Era uma prática que eu considerava improvisada, mas depois que vi algumas aplicações avançadas e que ela pode oferecer um efeito próprio na arte, escolhi explorar mais a utilização desse tipo de caneta para desenhar. Principalmente depois que fiquei admirado ao ver alguns trabalhos de um artista chamado Kurt Brugel que apresenta tudo que eu curto: pegada pulp com hachuras (apesar de não ser cartunesco).
Enfim, eis o resultado do exercício de desenho do final de semana:
Desenho: MWXS
Eu tenho sentido falta e necessidade de dominar hachuras cruzadas (crosshatching), sempre que eu tento algo neste sentido gera um efeito xadrez que não me agrada. Mas mesmo usando linhas mais ou menos na mesma orientação para hachurar este desenho, aplicando algumas camadas extras para obter tons mais escuros, gostei do resultado. Até pensei em me contentar com esse tipo de método mesmo. Vamos ver.
Ocasionalmente eu já vinha usando a comunidade do Google+ Regro-Gamers Brasil como fonte de ideias para exercícios de desenho, mas com minha recente vontade de usar partidas de RPG para dar uma incrementada na atividade escrita (assim como reavivar a parca habilidade em desenho que eu tinha na juventude), acabei ganhando um bom leque extra de opções.
Há tempos eu tenho a ideia e vontade de ilustrar o blog com imagens próprias ao invés de usar material de terceiros sem autorização, então esta é a desculpa perfeita para eu usar e brincar mais com lápis, caneta, borracha e papel. O resultado não vai ser nenhum John Byrne ou John Buscema... Mas bom, RPG se trata também de usar a imaginação. Além disso, essa budega de blog é minha, afinal.
Né não? :-D
Bons Ventos.
MWXS