domingo, 30 de janeiro de 2011

Aos Heróis de Ferelden - Parte 01 - Sussurros entre os Fadrick


Partida jogada em 23.janeiro.2011

PERSONAGENS JOGADORES
  • Elden (Carlos), fereldeniano livre guerreiro. Outrora um soldado, servia ao exército de um nobre quando desertou numa missão de valores morais duvidosos, tornando-se um guerreiro mercenário desde então.
  • Loren Fadrick (Priscila), elfa valeana ladina. Tida como a “encrenqueira” do clã Fadrick, Loren “Mãos Leves” Fadrick vive no limiar entre seu povo e o dos humanos. Indaga-se sobre os valores exaltados pelos elfos valeanos e visita as cidades humanas em busca de serviços mercenários.
  • Sigfried (John “Lasombra”), fereldeniano livre guerreiro. Ex soldado que deixara a vida militar para trás tomando o caminho de espada de aluguel.
PERSONAGENS NÃO JOGADORES
  • Marden, proprietário da estalagem.
  • Calder, templário do Coro da Igreja do Criador.
  • Halath Fadrick, elfo valeano líder da caravana do clã Fadrick.
NO DIA 23 DA MARCHA DO INVERNO

Por ter sido a única estalagem em uma vila tão simplória, que era conhecida apenas por “Vila”, o estabelecimento onde começamos a aventura por sua vez chamou-se apenas de “A Estalagem”.

Foi naquele lugar que dois fereldenianos livres reencontraram-se. Elden e Sigfried outrora lutaram juntos, lado a lado como soldados a serviço de um nobre quando Elden desertou e nunca mais tornaram a se encontrar, atá aquele dia. A conversa entre os dois foi amistosa, embora Sigfried fizesse questão de mostrar seu rancor contra o desertor.

Durante aquelas canecas de boa cerveja, uma figura potestosa adentrou o lugar. Pelas suas vestes podéra ser identificado como um templário do Coro, a ordem inquisidora da Igreja do Criador, que após trocar algumas palavras com Marden, proprietário da estalagem, dirigiu-se em direção aos dois guerreiros mercenários. Calder, como se chamava o templário, propõs uma missão para os dois: Precisavam investigar o líder da caravana valeana estacionada próxima à vila, e os dois mercenários eram adequados para a empreitada uma vez que desviariam as orelhas afiadas dos elfos da presença dos templários na vila.

Calder prometeu recompensá-los para que os aventureiros busquem informações sobre o elfo valeano Halath Fadrick, suspeito de ser um apóstata praticante da magia antiga. O templário pediu o auxílio de Loren Fadrick, ela mesma uma elfa membro da caravana, para que esta facilitasse a incursão dos aventureiros dentre a acampamento. Indagando porque deveria trair Halath, que era de seu proprio clan, Loren fora convencida de que seu líder, como apóstata, representava um risco não apenas para os fereldenianos, mas também para seu próprio povo. A magia antiga era corrupta e corruptora e Halath poderia, se já não fora, ser dominado por forças demoníacas poderosas.

Os aventureiros então planejaram atrair Halath atá a Vila, para fora do acampamento valeano, contando que Loren fora atacada, estava enferma na estalagem e que precisava da ajuda do líder de seu clã.

Elden e Sigfried foram até o assentamento élfico e requisitaram um encontro com Halath, mas algo em sua historia faz o líder valeano desconfiar dos dois humanos e os prende. Cativos, os dois são indagados sobre a localização de Loren e se tornam suspeitos de sequestrá-la. Ambos ficam detidos enquanto Halath envia dois dos Fadrick para confirmar a informação de que a Loren “Mãos-Leves” estava realmente na estalagem necessitando de auxílio.

Na vila, os elfos enviados por Halath encontram Loren na estalagem. Denconfiados, levam a elfa encrenqueira para o acampamento onde encontram Halath. Confrontando as informações desencontradas, o líder do clan valeano fadrick tem a intuição de que esta acontecendo algo maior do que as travessuras costumeiras de Loren e a pressiona, mas não obtem informação alguma. Sem saber o que realmente acontece, os humanos sao libertos sob ameaça e destituídos de suas armas. Loren também eh dispensada por seu líder.

Enquanto caminham de volta à vila, Elden e Sigfried concluem que a historia ainda não chegara ao final e que Halath Fadrick ainda os vería novamente.

PONTOS DE EXPERIÊNCIA DISTRIBUÍDOS
200 XP para cada personagem jogador.

A SEGUIR
"Tocais"